arrow


  • 29 JUL

    VIDA LONGA: TER AMIGOS FAZ BEM À SAÚDE

    amigo-tudodebom

    Ter amigos faz bem à saúde pois eles atenuam a solidão e proporcionam bem estar físico e emocional. Em contrapartida, quem não tem amigos está mais propenso a sofrer de depressão, insônia, perda da capacidade cognitiva, Alzheimer e doenças do coração. Isto ocorre porque há um aumento no hormônio cortisol na corrente sanguínea, que com o passar do tempo facilita o surgimento destas doenças.

    Ter um bom amigo confere sensação de estar integrado na sociedade e os bons momentos vividos com ele liberam serotonina na corrente sanguínea, que diminui a pressão arterial sendo benéfico para a saúde do coração, melhora do sono e diminuição o risco de depressão.

    Para construir uma boa amizade é preciso que haja comunicação, tempo juntos, interesse por coisas semelhantes e disponibilidade para ajudar o outro no que for preciso, e estudos têm demostrado que é mais fácil fazer amigos na infância e na adolescência que na vida adulta, mas isto não é impossível, basta dedicação. O benefício que a amizade pode trazer para a saúde não depende da quantidade de amigos que se tem, mas sim da sua qualidade.

    Veja o que dizem os estudos:

    >Uma pesquisa da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, revela que quem tem uma boa rede de amigos tem 50% de chance a mais de ter uma vida longa. O estudo, publicado recentemente pela revista especializada Plos Medicine, sugere que não ter amigos pode ser tão prejudicial à saúde de uma pessoa como fumar 15 cigarros por dia ou ser alcoólatra. Segundo a pesquisa, a amizade traz bem-estar e vontade de se cuidar mais.

    Não é aconselhável se afastar dos amigos, mesmo com as inevitáveis mudanças da vida como casamento ou mudança de estado ou país. Nesse estudo, os cientistas analisaram 300 mil pessoas em quatro continentes em um período de sete anos. Aqueles que mantinham redes sociais mais fortes se saíram melhor em resultados de saúde e expectativa de vida.

    >Estudos indicam que permanecer isolado socialmente pode acarretar alterações significativas em nossa saúde, pois essa condição tem sido relacionada à depressão, diminuição do sono e da capacidade cognitiva, doença de Alzheimer e até mortalidade.
    A solidão está também associada ao aumento da pressão sanguínea, das atividades do hipotálamo, da glândula pituitária e do córtex adrenal (vinculados ao hormônio do estresse, o cortisol), alterações no sistema imunológico, arteriosclerose, diabetes, inflamações e contrações nos vasos sanguíneos. Não bastasse esse extenso elenco, alcoolismo, sedentarismo e obesidade aparecem igualmente na lista dos males de quem vive só.

    >Uma pesquisa realizada por Louise Hawkley, diretora e pesquisadora do Laboratório de Neurociência Social, do departamento de Psicologia da Universidade de Chicago, nos EUA, mostrou que o remédio para prevenir essas enfermidades é manter um círculo de amizades ou estar inserido em algum grupo social.

    A psicóloga diz que “ter muitas amizades não é necessariamente mais benéfico do que possuir apenas um bom amigo. O que verificamos em nosso estudo sobre a solidão é que um bom casamento, ter um ou mais amigos ou pertencer a um grupo significativo contribuem para a sensação de estar socialmente conectado. Esses são os tipos de relações que estão associados à boa saúde”.
    Louise lembra que cada pessoa difere em suas necessidades e, por isso, alguns indivíduos precisarão apenas de um amigo para se sentirem satisfeitos. Outros estarão mais à vontade se puderem contar com um número maior de amizades. Indagada se esse comportamento pode variar entre homens e mulheres, a pesquisadora explica que sua investigação não apresentou diferenças de gênero quanto à solidão. Contudo, ressalta, “os homens dão menos importância à questão do que as mulheres”.

    >Para completar, uma outra pesquisa realizada pela ISMA-BR, (International Stress Management Association Brasil), em 2009, constatou que 48% dos entrevistados dependem dos amigos para relaxar.

    Isso quer dizer que estar ao lado de pessoas especiais enche o corpo de endorfina, o hormônio do prazer. Se entregue à amizade e seja mais feliz e saudável!

    Fonte:
    http://www.adesg.net.br/noticias/vida-longa-ter-amigos-faz-bem-a-saude-revela-pesquisa
    http://revistavivasaude.uol.com.br/Edicoes/68/artigo117313-1.asp/
    http://www.tuasaude.com/ter-amigos-faz-bem-a-saude/

  • 22 JUL

    20 BENEFÍCIOS DO LIMÃO

    limao

    É uma fruta com baixíssimo valor calórico, boa fonte de fibra e vitamina C, além de conter outras vitaminas (tiamina, riboflavina) e minerais (fósforo, silício, cálcio e ferro).

    Grande parte dos seus benefícios está vinculada a uma substância presente na casca chamada d-limoneno (rica em flavonoides). Esses flavonoides possuem ação antioxidante que previne a ação dos radicais livres. As  aplicações do limão em nossa vida são inúmeras, ele é considerado a joia das frutas, portanto seguem 20 benefícios do limão, mas ele tem centenas, acrescente na sua dieta e sinta os benefícios no seu corpo...

    1. Limões contêm uma fibra natural que reduz a absorção de gordura armazenada pelo corpo,e ajuda você a se sentir saciado.

    2. Ácidos do limão ajudam a retardar a absorção do açúcar após uma refeição.

    3. A vitamina C em limões produz um aminoácido que ajuda o nosso corpo a queimar gordura.

    4. O suco de limão faz a comida frita ser digerida mais rápido..

    5. Potássio no limão ajuda a regular os fluidos corporais, e seu magnésio relaxa as artérias.

    6. Sumo de limão assemelha alguns medicamentos de hipertensão e ajuda no controle da pressão arterial.

    7. Limões têm propriedades antivirais e antibacterianas.

    8. Limão é um expectorante - geralmente usado em medicamentos para a tosse que incentiva as vias para expelir muco.

    9. Combate o ácido úrico pois apesar de ser ácido é transformado no estômago e vai alcalinizar o sangue;

    10. Reduz a temperatura corporal, o que o torna excelente no verão.

    11. Possui minerais como: sílica, cálcio, ferro, manganês e cobre. É rico também em vitaminas B1, B2 e B3 e recomendado na prevenção de doenças do sistema nervoso.

    12. Os ácidos do limão interferem no bom funcionamento das glândulas endócrinas e evitam hemorragias, tão comuns em diabéticos e pessoas da terceira idade,

    13. É recomendado na prevenção de problemas cardiovasculares, pois protege as artérias.

    14.  O limão é reconhecido milenarmente como um antibiótico e antisséptico intestinal.

    15.  Na Índia, o suco de limão é a bebida sagrada do desjejum matinal, agindo como agente de purificação, regulação e antídoto de envenenamento ou intoxicação.

    16.  Sua ação laxante regula os intestinos.

    17. E ainda, com seu poder adstringente, reduz a formação dos gases intestinais. Dessa forma, evita o inchaço do estômago e dos intestinos.

    18.  O consumo regular e correto do limão irá facilitar a liberação dos excessos de gordura corporal, assim como evitar a formação de tais depósitos.

    19. O consumo diário evita a formação de cálculos (renais e vesicais)

    20. Na limonada fica uma delícia...


    Qual o benefício de tomar o limão em jejum? Qual é a recomendação?
    O aconselhamento do consumo de limão em jejum tem origem na medicina indiana. A recomendação é tomar diariamente, em jejum, um copo de água com algumas gotas de limão.
    A ação do limão combinado com a água morna será estimular o transito intestinal, e aproveitar a ação desintoxicante e descongestionante do limão.

    Qual é a quantidade diária recomendada?
    Um limão por dia. É aconselhável o consumo de outras frutas ao longo do dia, lembrando da importância de variar os alimentos, pois cada um contém diferentes minerais, vitaminas e princípios ativos.

    Quais os cuidados que devemos tomar?
    Para quem tem hipersensibilidade nos dentes, orienta-se usar canudo para evitar o contato excessivo do limão com o esmalte dentário. Cuidado com o sol após espremer o limão. Após manejá-lo, deve-se lavar bem as áreas da pele que entraram em contato com o alimento para evitar manchas.

    Dicas:
    - Consumir o suco de limão junto ao almoço é uma ótima opção. A ação adstringente da fruta dissolve as toxinas e as gorduras. Além disso, a vitamina C presente no suco potencializará a absorção de ferro dessas refeições.
    - O limão ajuda a conservar alguns alimentos. Por exemplo, ao picar uma maçã ou ralar uma cenoura, esprema um limão para evitar o escurecimento delas.

    Benefícios do limão congelado
    Os principais benefícios do limão congelado são proteger as células, facilitar a digestão e regular os açúcares pois ao congelar o limão se tem mais facilidade em utilizar a sua casca que tem antioxidantes e fibras.
    Para congelar o limão primeiro lave bem o limão e depois coloque no congelador, quando quiser usar basta raspar a casca e colocar nos cozinhados, nas saladas ou sobremesas e terá todos os benefícios do limão.

    Excesso
    Mas, como se sabe, qualquer alimento em excesso se torna prejudicial com o limão não é diferente, quando consumido de forma errada, pode causar até anemia. Use-o acompanhado de frutas, folhas, legumes, feijões, raízes e sementes.
    Limão não tem contra-indicação, mas o ideal é consumir no máximo duas unidades da fruta por dia.

    Fonte:
    http://deliciadedieta.blogspot.com.br/2012/10/20-beneficios-do-limao.html
    http://ecycle.com.br/component/content/article/67-dia-a-dia/1793-descubra-quais-sao-os-beneficios-de-se-tomar-suco-de-limao-pela-manha.html
    http://saude.terra.com.br/dietas/limao-ajuda-a-emagrecer-e-a-diminuir-o-colesterol-veja-beneficios,7f7be2b10d4e9310VgnVCM3000009acceb0aRCRD.html

  • 14 JUL

    VOCÊ MASTIGA BEM OS ALIMENTOS?

    mastigar
    Veja a importância de comer devagar e mastigar bem os alimentos.
    Com o tempo de almoço cada vez mais reduzido, é cada vez mais comum encontrar pessoas que, literalmente, “engolem” a sua refeição, sem nem se preocupar em mastigar bem o alimento antes de ingerir. Mas por que mastigar bem os alimentos é importante?

    1 - Além do fato de nosso estômago não possuir dentes, a digestão começa na boca, onde temos a  ação de uma enzima  chamada amilase salivar, que inicia a quebra do amido presente no alimento. Quando a mastigação é insuficiente, acabamos engolindo pedaços grandes do alimento, o que sobrecarrega o sistema digestivo.

    2 - A mastigação também favorece a saúde buco-maxilar, a manutenção do bom tônus muscular da face, e propicia  o bom funcionamento da ATM (Articulação temporomandibular) e dentes.

    3 - Evita desconfortos gastrointestinais, como flatulência (gases) devido ao ar engolido no momento da refeição (“aerofagia”), eructação, queimação, azia e dores abdominais. Estes são sintomas comuns na mastigação rápida.

    4 - Ajuda a prevenir complicações do trato gastrointestinal. A mastigação adequada facilita a continuidade do processo digestivo, não sobrecarregando as enzimas e órgãos (estômago, intestino, pâncreas). Se o alimento não é bem mastigado e triturado, pedaços grandes chegam até o estômago, que necessita de um maior trabalho para continuar com o processo digestivo. Problemas como gastrite, úlcera, refluxo gastroesofágico, estão frequentemente  associados com a mastigação inadequada.

    5 - Ajuda o organismo a otimizar a absorção dos nutrientes, resultando em uma inibição do excesso calórico das próximas refeições. Quando se come muito rapidamente, o alimento chega mais rápido ao  estômago e prejudica a comunicação com o cérebro sobre o ponto de saciedade. Ou seja, acabamos por comer além do que precisamos. O mecanismo da saciedade também favorece melhores escolhas alimentares no restante do dia, resultando na manutenção do peso saudável e  no emagrecimento.

    6 - A mastigação adequada facilita o trabalho do sistema digestório, evitando a distensão abdominal, que pode resultar no acúmulo de gordura na região abdominal. Além do fator estético, essa gordura é fator de risco para doenças cardiovasculares.

    Afinal o que é comer devagar?
    O alimento de consistência sólida, após a mastigação deve passar a ser cremoso, para isso é necessário:
    -Quantidade: são necessárias pelo menos 30 mastigações por vez antes de engolir. Nunca colocar uma quantia excessiva, o que dificulta a mastigação.
    -Duração: o tempo ideal para cada refeição é de 30 minutos. Dentadas intervaladas e tranquilas com intervalos de 20 segundos contribuem para porções de refeição menos avantajadas, inclusive pelo tempo que consomem. A chegada dos primeiros bocados de comida ao intestino, fato que demanda alguns minutos, serve como um sinal de saciedade. Se a ingestão for muito rápida, a sensação de barriga cheia vem tarde demais. Estima-se que todos os mecanismos de regulação de fome só funcionem a pleno vapor após 15 minutos desde a primeira mordida. Durante essa fase, é essencial maneirar na quantidade de garfadas e abusar dos músculos que mexem a mandíbula. Por isso é preferível optar por alimentos mais sólidos, principalmente no início da refeição. O problema é que atualmente, muitos alimentos já se apresentam na consistência macia e pastosa, o que pode prejudicar a saúde buco maxilar. A consistência rija (ex: maça e cenoura crua, frutas secas, verduras cruas) é necessária para fortalecer os músculos da face.
    -Qualidade: usar toda a cavidade oral para a mastigação, ou seja, não manter o alimento apenas em um dos cantos da boca.

    Sugestões para adquirir esse hábito:
    - Separe um tempo para realizar as suas refeições, faça disso uma prioridade;

    - Preste atenção no gosto do alimento e saboreie cada garfada, diferenciando sabores e aromas; sinta a textura e a temperatura.

    - Inicie a refeição com alimentos frescos, crus e de consistência rija (legumes crus, verduras, cereais integrais), esses alimentos pedem uma dedicação maior na mastigação;

    - Evite alimentos de consistência macia na mesma refeição, como purês, suflês, pudins, massas, flans.

    - Repouse os talheres a cada garfada, o que ajuda a diminuir a velocidade da mastigação;

    - Evite se possível situações estressantes, TV ligada no momento da refeição, o que poderá ser uma distração e atrapalhar o processo da mastigação lenta

    Mastigar com calma, é algo muito simples mas extremamente vital para a saúde. Desfrutar desse momento com tranquilidade, sentindo os diferentes sabores e aromas, contribui para ingerirmos a quantidade de alimentos da qual realmente precisamos, sem exageros.

    Fontes:
    http://veja.abril.com.br/blog/viver-bem/nutricao/a-importancia-da-mastigacao-adequada/
     http://www.portalnatural.com.br/alimentacao/voce-mastiga-bem-os-alimentos/#ixzz3761wgwBW
    http://www.anutricionista.com/a-importancia-de-mastigar-bem-os-alimentos.html
    http://corpoacorpo.uol.com.br/dieta/nutricao/veja-a-importancia-de-comer-devagar-e-mastigar-bem-os-alimentos/3034





BUSCA POR TAGS

saúde da mulher    dicas    higiene bucal    CICATRICURE    quem somos    história da Drogaria Nações   
12345678910111213141516171819
QUADRADOvolta-as-aulassorrircococuidarcabeloverao_40viagem